Acusados da “selvageria” em Curitiba vão a julgamento

  • 15 de março de 2017
  • Mário Freitas
  • Papo de bola
  • 0
  • 22 Visualizações
Compartilhe
RR
Jl Contabilidade
BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
LemosPassos
SECOM (Mais Investe)

Depois de sete anos, mais sete torcedores acusados de promover o que a imprensa denominou de "a selvageria do Couto Pereira", no jogo em que o Coritiba foi rebaixado para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro, após o empate de 1 a 1 com o Fluminense, vão a julgamento, nesta quinta-feira, no Tribunal do Júri, em Curitiba. A partir das 9 horas, Adriano Sutil Oliveira, Alan Garcia Barbosa, Gilson da Silva, Reimakler Allan Graboski, Renato Marcos Moreira , Sidnei César de Lima e Eder Gonçalves são acusados de tentativa de homicídio, em ação dolosa, com intenção de matar. Outros sete já forma julgados e pegaram penas mais brandas. No julgamento previsto para esta quinta-feira, os torcedores são acusados de agredir, de forma violenta, três policiais militares, além de dar origem a um tumulto generalizado que, na época, deixou 17 pessoas feridas.               Foto: Gazeta do Povo de Curitiba

BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
SECOM (Mais Investe)
LemosPassos
RR
Jl Contabilidade
Compartilhar:

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *