Acusados da “selvageria” em Curitiba vão a julgamento

  • 15 de março de 2017
  • Mário Freitas
  • Papo de bola
  • 0
  • 47 Visualizações
Compartilhe
RR
Jl Contabilidade
BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
ALBA
LemosPassos
Nova Rádio
CMS (Brisa de Esperança)
PMS (Operação Chuva 2)
PMS (Use Máscara)
PMS (Operação Chuva 1)
VIABAHIA (Maio Amarelo)
SECOM (Estado Solidário)

Depois de sete anos, mais sete torcedores acusados de promover o que a imprensa denominou de "a selvageria do Couto Pereira", no jogo em que o Coritiba foi rebaixado para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro, após o empate de 1 a 1 com o Fluminense, vão a julgamento, nesta quinta-feira, no Tribunal do Júri, em Curitiba. A partir das 9 horas, Adriano Sutil Oliveira, Alan Garcia Barbosa, Gilson da Silva, Reimakler Allan Graboski, Renato Marcos Moreira , Sidnei César de Lima e Eder Gonçalves são acusados de tentativa de homicídio, em ação dolosa, com intenção de matar. Outros sete já forma julgados e pegaram penas mais brandas. No julgamento previsto para esta quinta-feira, os torcedores são acusados de agredir, de forma violenta, três policiais militares, além de dar origem a um tumulto generalizado que, na época, deixou 17 pessoas feridas.               Foto: Gazeta do Povo de Curitiba

BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
ALBA
Nova Rádio
CMS (Brisa de Esperança)
PMS (Operação Chuva 2)
PMS (Operação Chuva 1)
PMS (Use Máscara)
SECOM (Estado Solidário)
LemosPassos
VIABAHIA (Maio Amarelo)
RR
Jl Contabilidade
Compartilhar:

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *