Após julgamento, Gama perde cinco mandos e jogador é suspenso por seis jogos

  • 22 de março de 2017
  • Mário Freitas
  • Papo de bola
  • 0
  • 29 Visualizações
Compartilhe
RR
Jl Contabilidade
BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
LemosPassos
SECOM (Mais Investe)
PMS (Realizações) Casas

No TJD- Tribunal de Justiça Desportiva do Distrito Federal foram julgados os incidentes ocorridos no jogo Gama 1×1 Brasiliense, no estádio Bezerrão, dia 12 de março, em Gama/DF.

O Auditor-relator Vinícius, em seu voto,  afirmou que, conforme o estatuto do torcedor, a partir do momento em que as que estavam no estádio brigaram, deixaram de ser torcedores.

Sobre o jogador Nunes, do Brasiliense, o relator deu seu voto para seis jogos de punição.

Para os jogadores Eduardo José, Raone, Maringá, Dudu Gago, Roberto Pitio e Paulinho, todos do Gama,o voto foi para três jogos de suspensão para cada um.

Gabriel, Elcarlos e Fernandes, do Brasiliense, também foram punidos com três jogos.

O preparador de goleiros do Brasiliense, Guto foi pedido punição de dois jogos.

Os jogadores foram julgados através do artigo 258 do CBJD.

Com relação à Sociedade Esportiva do Gama, o Auditor-relator Vinícius votou pela condenação do Gama com a pena de multa de R$ 33 mil e 5 partidas sem mando de campo.O Gama cumprirá a pena no Candangão de 2017.

Segundo o relator, o Gama não tomou as providências para identificar os torcedores que invadiram o gramado do Bezerrão. Ele lembrou a invasão do gramado na Copa Verde frente ao Paysandu. Ao Brasiliense o relator pediu multa de R$ 11 mil. Faltava os votos dos outros auditores.

Confira como ficaram as punições:

Nunes, do Brasiliense: 6 jogos de suspensão.

Eduardo, Dudu Gago, Raone, Maringá, Paulinho e Roberto Pitio (Gama): 3 jogos de suspensão.

Gabriel, Elcarlos e Fernandes (Brasiliense): 3 jogos de suspensão.

Guto, preparador goleiros (Brasiliense): 2 jogos de suspensão.

Gama: 5 mandos de campo e R$ 33 mil de multa.Brasiliense:R$ 11 mil de multa.

O atacante Nunes, do Brasiliense destacou que:"Não sou covarde para trazer pra cá o que é dito dentro de campo. As provocações ficam lá mesmo", disse Nunes. O técnico do Brasiliense, Rafael Toledo buscou defender seu atacante afirmando que não houve cotovelada por parte de Nunes.

Fonte:futebolinterior

Foto: Douglas Oliveira / Gama

BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
SECOM (Mais Investe)
PMS (Realizações) Casas
LemosPassos
RR
Jl Contabilidade
Compartilhar:

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *