Árbitro é preso acusado de participação em rede de prostituição

  • 24 de março de 2018
  • Mário Freitas
  • Eles
  • 0
  • 40 Visualizações
Compartilhe
RR
Jl Contabilidade
BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
LemosPassos
SECOM (Mais Investe)

Martín Bustos, árbitro de futebol argentino, foi detido neste sábado por sua suposta participação em uma rede de prostituição de menores envolvendo o clube Independiente, atual campeão da Copa Sul-Americana.

 

A polícia argentina confirmou que a detenção de Bustos ocorreu neste sábado em uma casa localizada em Troncos del Talar. O árbitro era apontado como um dos envolvidos no escândalo de prostituição e pedofilia. A prisão foi solicitada pela Unidade Fiscal de Investigação (UFI) de Avellaneda, onde o caso se iniciou.

 

A queixa foi feita pelo próprio clube de Avellaneda, após saber que alguns dos garotos da categoria 2001 (entre 16 e 17 anos) foram colocados em uma rede de prostituição nos últimos quatro meses. Um dos suspeitos de movimentar o esquema é um jogador de 19 anos da equipe.

 

O esquema foi descoberto quando um dos meninos contou tudo a um dos psicólogos do clube. Fernando Berón, coordenador do juvenil do tradicional time argentino, apresentou então a queixa na Unidade Fiscal de Investigação de Avellaneda.

 

Em nota, o Independiente confirmou o caso e se colocou à disposição da Justiça.

 

Os delitos investigados são de “abuso de menores e facilitação da prostituição”. O código penal argentino prevê uma pena de até 25 anos para os responsáveis.

BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
SECOM (Mais Investe)
LemosPassos
RR
Jl Contabilidade
Compartilhar:

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *