Caso Neymar: MP pede arquivamento de inquérito de estupro

  • 9 de agosto de 2019
  • Mário Freitas
  • Eles
  • 0
  • 68 Visualizações
Compartilhe
RR
Jl Contabilidade
BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
ALBA
LemosPassos
Nova Rádio
CMS (Brisa de Esperança)
PMS (Operação Chuva 2)
PMS (Use Máscara)
PMS (Operação Chuva 1)
VIABAHIA (Maio Amarelo)
SECOM (Estado Solidário)

O Ministério Público de São Paulo pediu à Justiça o arquivamento de inquérito que investiga a acusação de estupro de Neymar feita pela modelo Najila Trindade. A decisão foi comunicada na tarde desta quinta-feira em entrevista coletiva na sede do Ministério Público de São Paulo. O motivo para arquivamento foi falta de provas, de acordo com as promotoras.

 

Participam da entrevista coletiva o subprocurador-geral de Justiça Criminal, Mário Sarrubbo, e as promotoras de Justiça Flávia Merlini e Estefânia Paulin, da Promotoria de Justiça de Enfrentamento à Violência Doméstica de Santo Amaro.

 

O entendimento das promotoras coincide com que as investigações realizadas pela Polícia Civil. Há duas semanas, a delegada Juliana Lopes Bussacos, da 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, de Santo Amaro, afirmou não ter encontrado elementos para indiciar Neymar na investigação de estupro envolvendo a modelo Najila Trindade.

 

As promotoras informaram que o arquivamento por falta de provas não implica em absolvição. O processo pode ser reaberto a qualquer momento, desde que haja diligências.

 

De vítima, Najila poderá ser ré, correndo o risco de ser presa, por falso testemunho, com pena de dois a oito anos de reclusão.

 

Os advogados de Neymar querem que ela pague na justiça por, supostamente, ter mentido. A ação se faz necessária para que o caso não atrapalhe o jogador a seguir faturando em publicidade. 

 

E o pai do atacante, que toma todas as decisões fora do campo para o filho, promete ser implacável com o primeiro advogado de Najila, José Edgard Bueno.

 

Ele o processará por tentativa de extorsão. De acordo com Neymar da Silva, ele queria dinheiro para que Najila não acusasse o filho de estupro.

BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
ALBA
Nova Rádio
CMS (Brisa de Esperança)
PMS (Operação Chuva 2)
PMS (Operação Chuva 1)
PMS (Use Máscara)
SECOM (Estado Solidário)
LemosPassos
VIABAHIA (Maio Amarelo)
RR
Jl Contabilidade
Compartilhar:

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *