Ex Bahia tenta recuperar carreira no Chipre

  • 21 de março de 2017
  • Mário Freitas
  • Papo de bola
  • 0
  • 25 Visualizações
Compartilhe
RR
Jl Contabilidade
BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
LemosPassos
SECOM (Mais Investe)

Aos 29 anos, a carreira de Guilherme Santos, baiano de Jequié, não se concretizou da maneira que foi projetada em 2007, quando despontou no Vasco. 

Escolhas erradas, amadurecimento tardio e problemas extracampo fizeram com que sua jornada no esporte tivesse sido construída com inúmeros altos e baixos, mas o futebol permite reviravoltas para todos os gostos e desgostos.

Antes de chegar ao Bahia, em 2014, Guilherme passou por Atlético GO e Atlético MG. Sem sucesso, o lateral esquerdo passou ainda por Fluminense, Avaí e Criciúma.

Dispensado pelo Criciúma, viu seu nome ser estampado nas páginas policiais, quando se desentendeu com policiais em Jequié e foi preso por desacato.

Buscando retomar sua carreira e sua vida social, Guilherme recebeu um convite de Péricles Chamusca e assinou com o Sampaio Corrêa, em 2015. Do Maranhão, o atleta foi transferido para o Chicote, onde atua no Anorthosis Famagusta até os dias de hoje.

Guilherme Santos retomou sua carreira, amadureceu para a vida e aguarda com sua esposa a chegada de seu filho.     Foto :Atlético Mineiro- Divulgação

BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
SECOM (Mais Investe)
LemosPassos
RR
Jl Contabilidade
Compartilhar:

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *