Felipe Melo é condenado a pagar R$ 48 mil à jornalista

  • 15 de junho de 2020
  • Redação Em Cima do Lance
  • Eles
  • 0
  • 284 Visualizações
Compartilhe
RR
Jl Contabilidade
BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
LemosPassos
Nova Rádio
CMS (Brisa de Esperança)
SECOM (Situação Grave)
PMS (Ações Sociais)

Após quase sete anos em tramitação, chegou ao fim a batalha judicial entre Felipe Melo, jogador do Palmeiras, e o jornalista Renato Maurício Prado. Segundo o colunista do portal  UOL, o jogador não gostou de um comentário feito por ele na coluna do “Globo”, desmentindo e ironizando um suposto interesse do Flamengo na contratação dele, em 2013, e acabou publicando injúrias, sobre o profissional, no seu perfil no Facebook.

O processo correu inicialmente na 32ª Vara Cível, sob o número 0267732-55.2013.8.19.0001, onde a juíza Adriana Costa dos Santos, em sentença publicada no dia 18 de janeiro de 2016, deu ganho de causa ao jogador, condenando Renato a pagar R$ 3 mil reais, a título de indenização.

O Jornalista recorreu da decisão e à segunda instância, com a apelação nº. 0267732-55.2013.8.19.0001 obteve na 22ª­ Câmara Cível, em 21 de fevereiro de 2017, decisão favorável do Desembargador Carlos Santos de Oliveira, que manteve a indenização de R$ 3 mil a Felipe Melo, mas, em contrapartida, o condenou a pagar R$ 20 mil como ressarcimento moral. Após recursos de ambas as partes, ficou decidido que Felipe Melo terá 15 dias para me pagar a importância de R$ 48.446,54 além de R$ 6.511,44 a título de sucumbência.

Qualquer atraso nos pagamentos implicará em nova aplicação de correção monetária e juros de mora até que as dívidas sejam saldadas. O não pagamento dará o direito de penhorar bens de sua propriedade que tenham valores compatíveis com as dívidas. O veredicto transitou em julgado, ou seja, não cabe mais nenhum tipo de recurso. Foto: Reprodução / Informações Uol

 

 

BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
Nova Rádio
CMS (Brisa de Esperança)
SECOM (Situação Grave)
LemosPassos
RR
Jl Contabilidade
Compartilhar:

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *