Jornalismo esportivo perde Luis Carlos Alcoforado

  • 5 de março de 2019
  • Mário Freitas
  • Eles
  • 0
  • 45 Visualizações
Compartilhe
RR
Jl Contabilidade
BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
LemosPassos
SECOM (Mais Investe)

Recebí esta mensagem por What Zap do meu amigo e colega Antônio Matos.

Amigos, bom dia. Quem morreu – foi sepultado no sábado (2), no Jardim da Saudade – foi o jornalista esportivo e também arquiteto Luís Carlos Alcoforado. Repórter das rádios Cultura e Cruzeiro e redator e editor do Jornal da Bahia e do Correio, foi também correspondente esportivo em Salvador do Jornal da Tarde, que pertencia ao grupo do Estado de São Paulo. Irmão de Fernando e Bento Alcoforado, tinha 77 anos.
Mais ainda: trabalhou também nos 'Diários e Emissoras Associados', estava internado no Hospital da Bahia e era um bom mesatenista (jogador de tênis de mesa), destaque nas Olimpíadas da Primavera.

E eu acrescento. Alcoforado, como o Luis era conhecido, teve também uma rápida passagem como narrador esportivo, e foi lançado por José Ataíde na Rádio Cultura, no final da décda de 60. Quando comecei a minha carreira no extinto Jornal da Bahia, pertencente ao Dr. João Falcão, a equipe esportiva era formada por Carlos Libório (editor), Rafael Pastore Neto e Luis Carlos Alcoforado (redadores) eu e José Carlos Mesquita (repórteres). Deste, apenas eu Libório continuamos vivos neste nundo de meu Deus.

Descance em paz, Lula.

BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
SECOM (Mais Investe)
LemosPassos
RR
Jl Contabilidade
Compartilhar:

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *