Morre a única mulher que presidiu o Corinthians

  • 3 de julho de 2019
  • Mário Freitas
  • Elas
  • 0
  • 171 Visualizações
Compartilhe
RR
Jl Contabilidade
BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
LemosPassos
Nova Rádio
CMS (Brisa de Esperança)
SECOM (Situação Grave)
PMS (Ações Sociais)

 Morreu nesta terça-feira (02) Marlene Matheus aos 82 anos. Ela era iúva do famoso Vicente Matheus, e  foi a única mulher presidente do Corinthians, com mandato entre 1991 e 1993. A causa da morte não foi revelada pelos familiares. 
Marlene assumiu o clube porque seu marido na época estava impedido de buscar uma nova reeleição. A solução do folclórico presidente do Corinthians foi promover a sua mulher , que conseguiu ser eleita com 2.119 votos. Dentro de campo, o Corinthians não obteve o sucesso esperjado. Foram apenas dois vice-campeonatos paulistas durante a sua gestão, com derrotas para seus maiores rivais: Palmeiras e São Paulo.
Em 2007, quando o time caiu para a Série B, o presidente Andrés Sanchez aproveitou o carisma de Marlene e a anunciou como vice-presidente social. Ela não ficou muito tempo no cargo e rompeu com o atual mandatário do Corinthians. No ano passado, ela apoiou a candidatura de Antônio Roque Citadini na eleição, que perdeu para Andrés. Foto / Divulgação 

BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
Nova Rádio
CMS (Brisa de Esperança)
SECOM (Situação Grave)
LemosPassos
RR
Jl Contabilidade
Compartilhar:

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *