• 1 de março de 2017
  • Mário Freitas
  • Papo de bola
  • 0
  • 38 Visualizações
Compartilhe
RR
Jl Contabilidade
BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
LemosPassos
Nova Rádio

O confronto entre Paraná e Bahia, que aconteceria neste sábado (25), já está dando o que falar. Após o adiamento, o clube paranaense demonstrou descontentamento com a decisão da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) em realocar o jogo para o domingo (26). Diretor de futebol paranista, Rodrigo Pastana, revelou que a polícia militar local já declarou que não irá fazer a segurança do jogo, o que inviabiliza sua realização. “A polícia disse que não terá jogo amanhã. Coisas do futebol. É que nem mulher traída: sempre a última a saber. Onde já se viu alterar o jogo por conta de atraso? O Paraná não tem culpa disso. Não se pode adiar um jogo às 10h, que aconteceria às 16h30. Tenho certeza que isso não aconteceria se o jogo fosse em Salvador. Agora, só temos que acatar o que a polícia e a CBF definirem”, disse, em entrevista ao Bahia Notícias. O duelo está marcado agora para às 15h, deste domingo (26), em Curitiba. Pastana, por sinal, ocupou o mesmo cargo no Tricolor. Sua passagem, em 2014, no entanto, foi curta, e durou pouco mais de três meses. (As informações do BN)

BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
Nova Rádio
LemosPassos
RR
Jl Contabilidade
Compartilhar:

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *