Platini é liberado após depor sobre possível corrupção envolvendo escolha do Catar

  • 19 de junho de 2019
  • Mário Freitas
  • Eles
  • 0
  • 51 Visualizações
Compartilhe
RR
Jl Contabilidade
BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
LemosPassos
Nova Rádio

O ex-presidente da Uefa, Michel Platini, foi liberado na noite desta terça-feira após ter sido detido e interrogado horas antes sobre um suposto esquema de corrupção envolvendo a escolha do Catar como sede da Copa do Mundo de 2022.

O advogado do ex-astro francês, William Bourdon, lamentou que se faça “muito barulho por nada”. “Esta detenção de Michel [Platini] foi injusta e desproporcional. De nenhuma maneira Michel Platini pode ser considerado suspeito de qualquer coisa. Para nós este é um caso encerrado”, acrescentou.

Na saída do Escritório anticorrupção da Polícia Judiciária, em Nanterre, Platini disse que se manteve “sempre sereno” e “completamente alheio a qualquer negócio. No entanto, embora eu devesse me apresentar livremente, fui colocado imediatamente sob custódia. Isso foi doloroso”, afirmou.

Além de Platini, de 63 anos e que ocupou o cargo de vice-presidente da Fifa até 2015, também foi detida a ex-conselheira de Esportes do governo Sarkozy, Sophie Dion, segundo uma fonte judicial.

Foto: Zakaria Abdelkafi/AFP

BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
Nova Rádio
LemosPassos
RR
Jl Contabilidade
Compartilhar:

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *