Presidente da FIA pede um Brasil mais forte na F1

  • 31 de julho de 2018
  • Mário Freitas
  • Eles
  • 0
  • 44 Visualizações
Compartilhe
RR
Jl Contabilidade
BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
LemosPassos
Nova Rádio

Jean Todt, presidente da FIA, que está no Brasil para divulgação da campanha internacional de trânsito falou sobre o assunto. Porém, a grande pauta do mandatário acabou sendo a participação do Brasil na categoria automobilística.

 

A reunião ainda contou com a presença de Felipe Massa, e representantes da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), da Associação Automobilística do Brasil (AAB) e do Automóvel Clube Brasileiro (ACB).

Curiosamente, Todt chegou a ser o chefe da Ferrari nos tempos de Massa e Rubens Barrichello como pilotos. O presidente citou a formação de pilotos jovens no Brasil. “Este país tem mais de 200 milhões de habitantes e forte tradição no automobilismo. É preciso contar com mais pilotos nas categorias de base”, afirmou.

Vale lembrar que neste ano, o Brasil não tem nenhum piloto na Fórmula 1. Algo que não acontecia desde 1969. A última grade participação de um piloto do país foi Felipe Massa em 2008, que ficou com o vice-campeonato. O campeão, foi o inglês Lewis Hamilton, que na ocasião conquistou o seu primeiro título.

Foto: Fabrice Coffrini/AFP

BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
Nova Rádio
LemosPassos
RR
Jl Contabilidade
Compartilhar:

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *