Sueca bicampeã pelos EUA será a sucessora de Varão na Seleção Feminina

  • 25 de julho de 2019
  • Mário Freitas
  • Elas
  • 0
  • 151 Visualizações
Compartilhe
RR
Jl Contabilidade
BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
LemosPassos
Nova Rádio
CMS (Brisa de Esperança)
SECOM (Situação Grave)
PMS (Ações Sociais)

A seleção brasileira feminina já tem um novo comando. Após a demissão de Vadão, a CBF chegou a um acordo com Pia Sundhage, sueca de 59 anos que é bicampeã olímpica com os Estados Unidos e estava dirigindo a categoria sub-16 de seu país. A confederação irá fazer o anúncio oficial nas próximas horas, e a treinadora terá no cargo uma atuação abrangente, desde as categorias de base.

 

A CBF já conversava com Pia desde o início do mês, como o blog revelou na época, e tinha definido a saída da comissão técnica de Vadão. Após a eliminação do Brasil na Copa do Mundo feminina, na França, ela foi procurada pelo presidente Rogério Caboclo e se mostrou aberta a uma proposta.

 

Após a derrota na França, quando o Brasil caiu nas oitavas de final do Mundial, Pia foi procurada pelo dirigente e o assunto teve continuidade. A ideia da CBF é um contrato de longo prazo para a treinadora e a proposta de que promova uma reformulação da Seleção.

 

O trabalho da sueca é tido como uma referência no futebol feminino. Além do bicampeonato com as americanas, ela tem no currículo a final da Rio 2016, com a Suécia, quando eliminou sua antiga seleção (a americana), sendo derrotada pela Alemanha na decisão.

 

Foto: Reuters/Conteúdo: Blog da Gabriela Moreira

BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
Nova Rádio
CMS (Brisa de Esperança)
SECOM (Situação Grave)
LemosPassos
RR
Jl Contabilidade
Compartilhar:

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *