• 29 de março de 2017
  • Mário Freitas
  • Papo de bola
  • 0
  • 42 Visualizações
Compartilhe
RR
Jl Contabilidade
BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
LemosPassos
Nova Rádio
CMS (Brisa de Esperança)
SECOM (Situação Grave)
PMS (Ações Sociais)

Lionaldo Santos da Silva, presidente do Tribunal de Justiça Desportiva da Paraíba, determinou a imediata instauração de um inquérito desportivo, a fim de apurar um suposto esquema de corrupção envolvendo o futebol paraibano. Correm rumores que alguns juízes da Federação estavam beneficando o Botafogo. A decisão atende uma solicitação da Produradoria Geral do TJD, considerando partes do inquérito o zagueiro Walter Januário de Paula Júnior (que jogou no Botafogo e atualmente defende o Rio Claro de São Paulo), como denunciante, além do do juiz João Bosco Sátiro e do próprio Botafogo da Paraíba.

O inquérito foi aberto, em função de um áudio espalhado pelas redes sociais, atribuido ao zagueiro Walter em que este teria revelado como funcionava o esquema de corrupção para beneficiar  o Botafogo da Paraíba, em jogos do campeonato local. Em outro áudio, também circulando nas redes sociais, o jogador negou que fez qualquer tipo de denúncia sobre este assunto. Mas os auditores do Tribunal não se conformaram com esta reparação do atleta e o caso vai prosseguir

BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
Nova Rádio
CMS (Brisa de Esperança)
SECOM (Situação Grave)
LemosPassos
RR
Jl Contabilidade
Compartilhar:

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *