• 18 de abril de 2017
  • Mário Freitas
  • Papo de bola
  • 0
  • 40 Visualizações
Compartilhe
RR
Jl Contabilidade
BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
ALBA
LemosPassos
Nova Rádio
CMS (Brisa de Esperança)
PMS (Operação Chuva 2)
PMS (Use Máscara)
PMS (Operação Chuva 1)
VIABAHIA (Maio Amarelo)
SECOM (Estado Solidário)

Depois de o Tricolor entrar com uma liminar para garantir o jogo no Maracanã como mandante, no sábado, pela semifinal do Campeonato Carioca, o Cruz-Maltino vai entrar com um recurso nesta terça-feira para cassar a decisão.

 

A alegação do Vasco é de que o Maracanã é campo neutro, e o mando do Fluminense seria exercido apenas para questões logísticas. O exemplo é a final da Taça Rio, em que o Cruz-Maltino, mesmo mandante, enfrentou o Botafogo no Engenhão. O estádio, aliás, é opção caso não haja acordo.

 

Outro argumento cruz-maltino diz respeito às finanças. O clube quer que as despesas e a renda sejam divididas. O artigo 80 do Regulamento Geral de Competições diz que "nas partidas em que a renda for dividida entre os clubes, os convênios, contratos ou outros instrumentos (como, por exemplo, promoção envolvendo notas fiscais) pactuados com o governo estadual, municipal e/ou entidades privadas, somente poderão ser aplicados com a concordância do clube visitante e anuência da FERJ."

 

O Fluminense, por sua vez, se apoia no segundo parágrafo do artigo 44, que prevê que "as partidas dos clássicos, do turno semifinal e do turno final do campeonato deverão ser realizadas no Maracanã.

BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
ALBA
Nova Rádio
CMS (Brisa de Esperança)
PMS (Operação Chuva 2)
PMS (Operação Chuva 1)
PMS (Use Máscara)
SECOM (Estado Solidário)
LemosPassos
VIABAHIA (Maio Amarelo)
RR
Jl Contabilidade
Compartilhar:

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *