Zé Roberto deve dar adeus à seleção feminina de vôlei após Jogos Olímpicos de 2020

  • 23 de julho de 2019
  • Mário Freitas
  • Eles
  • 0
  • 46 Visualizações
Compartilhe
RR
Jl Contabilidade
BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
LemosPassos
SECOM (Mais Investe)
PMS (Realizações) Casas

Uma fase de ouro na Seleção Brasileira feminina de vôlei pode acabar no próximo ano. Desde 2003 no comando da equipe, José Roberto Guimarães ganhou o campeonato do Grand Prix, o octa do Sul-Americano, o tetra de Montreaux e dois ouros olímpicos (Pequim 2008 e Londres 2012), além de inúmeros outros títulos, mas, possivelmente vai deixar o cargo após os Jogos de Tóquio, em 2020.

 

Depois da coletiva de apresentação da parceria entre Barueri e São Paulo, da qual será o treinador, Zé Roberto falou que o seu objetivo é deixar a Seleção Brasileira após o término da próxima edição dos Jogos Olímpicos. Quando foi perguntado sobre o assunto, preferiu não entrar em detalhes sobre o assunto.

Mesmo com a Seleção Brasileira ter terminando o Mundial sub-20 na sexta colocação, sem passpar para as semifinais, Zé Roberto acredita que o Brasil terá uma safra boa para os ciclos olímpicos de 2024 e 2028 e se manterá entre as potências da modalidade. Foto / Divulgação 

BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
SECOM (Mais Investe)
PMS (Realizações) Casas
LemosPassos
RR
Jl Contabilidade
Compartilhar:

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *