Search
Close this search box.

Alemão pioneiro da patinação de velocidade brasileira é encontrado sem vida aos 23 anos

Foi encontrado morto, na última sexta-feira (2), o alemão Gabriel Ohnmatch, pioneiro da patinação de velocidade brasileira. Ele foi encontrado sem vida pela mãe, Fátima Ohnmatch, deitado no sofá de sua casa, em Schaffhausen, na Suíça, onde morava.

“Gabriel iniciou na patinação de gelo para o Brasil. Representou o Brasil com muito orgulho. Deixou de representar a Alemanha, porque o coração sempre bateu pelo Brasil. A patinação era a paixão dele”, disse Fátima.

Gabriel nasceu na Alemanha e é filho de pai alemão e mãe brasileira. Aos 15 anos, ele optou por defender o Brasil e ser um dos primeiros patinadores do país, ajudou inclusive a desenhar os primeiros uniformes brasileiros da modalidade. Competiu entre 2015 e 2017 e ajudou o Brasil a retomar a filiação junto à União Internacional de Patinação (ISU, na sigla em inglês). Se afastou do esporte de alto rendimento para se dedicar à faculdade de química.

“O encontramos no apartamento dele sem vida, no sofá. O laudo da perícia não indicou arrombamento nem nada assim. Ele estava deitado com fone de ouvido, por isso achei que ele não tinha me escutado quando cheguei. Me aproximei e percebi que estava sem vida, aparentemente sem nenhum ferimento. Achamos que foi um ataque cardíaco”, disse Fátima.

Foto Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *