Search
Close this search box.

Atlético-MG corre para pagar dívida na Fifa

A crise econômica causada pela pandemia da covid-19 terá um forte impacto para o Atlético-MG. Isso porque, de acordo com informações da da crônica mineira, a dívida do clube pendente na Fifa com a Udinese, da Itália, ainda referente à compra de Maiconsuel, no ano de 2014, vem aumentando nos últimos meses por conta da cotação do euro.

O real se desvalorizou 20% do começo de março até agora e, desta forma, o Atlético não tem mais o valor para quitar a dívida. O problema é que o prazo máximo para o pagamento será nesta terça-feira (28) sob pena de iniciar o Campeonato Brasileiro da Série A, já com três pontos a menos.

 Sérgio Sette Câmara, presidente do clube, foi questionado a respeito da dívida e fez questão de afirmar que os 10 milhões de reais já estavam separados. Mas o crescimento da moeda europeoa atingiu seu pico histórico recentemente (R$ 6,05), e a dívida agora é de pouco mais de 15 milhões de reais.

Ainda de acordo com a reportagem da Rádio Itatiaia, o Atlético deve € 2,2 milhões (cerca de R$ 13,3 milhões) ao clube italiano. Contudo, ainda haverá um acréscimo de 18% em impostos (aproximadamente R$ 2,4 milhões), atingindo R$ 15,7 milhões. Em função de tudo isso,o Atlético tem pouco mais de 48 horas para conseguir os outros R$ 5,7 milhões e quitar a dívida. Foto: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *