Bahia abre boa vantagem sobre o Cerro pela Sulamericana

  • 25 de julho de 2018
  • Mário Freitas
  • Papo de bola
  • 0
  • 41 Visualizações
Compartilhe
RR
Jl Contabilidade
BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
ALBA
LemosPassos
Nova Rádio
VIABAHIA (Institucional)
PMS (Coronavírus_Prevenção)
JL CONTABILIDADE (novo endereço)
Motivo -> Prevenção (PMS)
SECOM (Estado Solidário)
CMS (Coronavírus)
PMS (Coronavírus)
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O Bahia superou o esquema defensivo do Cerro-URU e venceu o adversário, na noite de quarta feira, pelo primeiro jogo da Copa Sul-Americana, por 2 a 0, em Pituaçu.

Apesar do amplo domínio na partida, o Tricolor teve criações reais de gol apenas na segunda etapa de jogo. O resultado poderia ter sido até maior, mas Zé Rafael desperdiçou uma cobrança de pênalti.

Visando a sequência pesada de jogos, o técnico Enderson Moreira poupou cinco titulares. Jogando com o time misto e sabendo da necessidade de construir um placar favorável, para jogar com mais tranquilidade no Uruguai, o Bahia partiu para o ataque.

No intuito de segurar o empate, a equipe do Cerro dificultava as ações do Bahia e tentava os contra ataques, sobretudo com jogadas aéreas. E assim, conseguiu segurar o 0 a 0, na primeira etapa.

No segundo tempo, Enderson deslocou Flávio para sua posição original, no meio campo, e Edson jogou improvisado na lateral direita. Diferente do primeiro tempo, o Bahia iniciou a segunda etapa criando jogadas mais agudas.

Aos oito minutos, em cobrança de escanteio, o artilheiro Gilberto abriu o marcador. Este é o terceiro gol do atacante, atuando em três partidas. Aos 28, a bola bateu na mão do defensor uruguaio e o juiz marcou pênalti. Régis, que tinha cobrado o escanteio para o primeiro gol Tricolor, fez a cobrança e ampliou.

Como resultado adverso, o time do Cerro abriu a linha defensiva e tentava diminuir o marcador. Com isso, o Bahia teve mais liberdade e chegava com perigo para marcar o terceiro.

Aos 34 minutos, mais uma bela oportunidade. Zé Rafael foi derrubado dentro da área, proporcionando mais uma penalidade máxima para o Bahia. Ele mesmo fez a cobrança e jogou a bola para bem longe, quase na avenida Paralela. Seria o terceiro do jogo e uma excelente vantagem para o jogo de volta. Com o resultado, o Bahia pode perder por até 1 a 0. Caso marque um gol na casa do adversário, o Cerro terá que vencer por três gols de diferença.

Agora as atenções se voltam para o Campeonato Brasileiro. O Tricolor enfrenta o Atlético/MG, próxima segunda-feira, às 20 horas, na Arena Fonte Nova.

 

FICHA TÉCNICA
Bahia x  Atlético Cerro
Copa Sul-Americana (2ª fase) – 1º jogo

Local: Pituaçu, em Salvador
Data: 25/07/2018 (quarta-feira)
Horário: 21h45
Árbitro: Michael Espinoza (PER)
Assistentes: Jesus Sanches e Coty Carrera (ambos do Peru)
Cartões amarelos: Douglas Grolli , Zé Rafael  e Nilton (Bahia); Núnez, Darwin Torres, Leandro Paiva, Felipe Klein e Izquierdo (Atlético Cerro)
Cartão vermelho: José Puente (técnico do Cerro). 
Gols: Gilberto e Régis (Bahia)

 

Bahia: Anderson; Flávio, Grolli, Lucas Fonseca e Léo (Mina); Edson, Nilton, Elber (Marco Antônio), Régis (Vinicius) e Zé Rafael; Gilberto. Técnico: Enderson Moreira.

 

Atlético Cerro: Irrazábal; Christian Núñez, Izquierdo, Darwin Torres e Zarpe;  Leandro Paiva, Tamareo, Porras e Felipe Klein; Franco Lopez e Nicolás González (Ciganda). Técnico: Fernando Correa

 

Foto: Felipe Oliveira/ECBahia

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
ALBA
Nova Rádio
PMS (Coronavírus_Prevenção)
JL CONTABILIDADE (novo endereço)
CMS (Coronavírus)
SECOM (Estado Solidário)
LemosPassos
Motivo -> Prevenção (PMS)
PMS (Coronavírus)
VIABAHIA (Institucional)
RR
Jl Contabilidade
Compartilhar:

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *