Search
Close this search box.

CBF é multada por confusão em clássico contra a Argentina

A confusão no clássico entre Brasil e Argentina, no Maracanã, no último dia 21 de novembro, em partida válida pelas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo, rendeu a CBF a multa em 70 mil francos suíços (cerca de R$ 402 mil), imposta pelo Comitê Disciplinar da FIFA, dividida em 50 mil francos suíços, por “falha em garantir a lei e a ordem no local do jogo”, e outra, de 20 mil francos suíços, por “falta de disciplina nos arredores do estádio”.

A entidade também foi multada em 5 mil francos suíços (R$ 28 mil) por uma invasão de campo e atraso no início do jogo entre Brasil e Bolívia, na estreia da Seleção nas eliminatórias.

O artigo no qual a CBF foi denunciada previa sanções mais duras pela briga registrada no clássico, como disputar uma ou mais partidas sem público (ou com limitação de público), proibição de mandar jogos em determinado estádio, obrigação de atuar em campo neutro ou até dedução de pontos e expulsão de competições. No entanto, a entidade brasileira foi apenas multada.

Outra decisão divulgada pelo Comitê Disciplinar foi a suspensão de Joelinton por dois jogos pela expulsão na partida do Maracanã. O meia do Newcastle entrou aos 26 minutos do segundo tempo e levou o cartão vermelho direto 10 minutos depois, por acertar o rosto de De Paul (assista acima). Ele fica indisponível para as partidas contra Equador e Paraguai, em setembro.

Agora com Dorival Júnior como técnico, o Brasil volta a campo pelas eliminatórias no início de setembro, contra o Equador, em casa, e visita o Paraguai em seguida. A Seleção é a sexta colocada, com sete pontos, oito a menos que a líder Argentina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *