Search
Close this search box.

DOPING: Tribunal adverte e goleiro da Chapecoense é liberado para jogar

O pleno do Tribunal de Justiça Desportiva Antidopagem aplicou apenas uma advertência ao goleiro João Ricardo, da Chapecoense, por doping. Ele teve constatada a presença de uma substância proibida na amostra de urina coletada após partida diante do Mixto-MT, pela Copa do Brasil, em 6 de março de 2019. O goleiro comemorou o resultado do julgamento.

“Acho que foi um dos dias mais felizes da minha vida, a gente conseguiu comprovar a inocência, foi o ano inteiro correndo atrás de todas as provas, buscando tudo para que nesse julgamento nada desse errado.Graças a Deus, ele é tão bom que conseguiu fazer com que a gente buscasse tudo. Eu pedia muito em minhas orações para que só a verdade viesse a atuar, nada mais que isso e ela veio”, disse o goleiro.

Após testar positivo no exame antidoping, João Ricardo foi suspenso preventivamente e acabou tendo a punição revogada pela CBF no meio do ano passado. Não cabe mais recurso por parte da Procuradoria.

João Ricardo, de 31 anos, fez 37 jogos com a camisa da Chapecoense. Ele ainda passou por América Mineiro, Paraná, Icasa, Paysandu, Veranópolis, Brusque, dentre outros. Foto: Divulgação/Chapecoense / Estadão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *