Search
Close this search box.

Emerson Sheik revela que foi ameaçado após ter feito brincadeira com o Vasco

Em entrevista ao “Esporte Interativo”, Emerson Sheik recordou uma provocação que fez ao Vasco. Durante conversa com a mesma emissora, em 2015, ele ironizou a colocação do Cruzmaltino como o maior rival do Flamengo. Dessa forma, considerou-se a disputa entre os dois como “sacanagem”, já que o Rubro-Negro estaria muito acima. Porém, após a zoação, o ex-jogador acabou recebendo ameaças.

Apesar do fato, foi ressaltado que não houve nenhuma intenção em denegrir a imagem do time de São Januário. Diante disso, houve um certo momento de preocupação de que acontecesse algum tipo de repreensão grave por conta da sua atitude.

“As pessoas precisam entender que foi uma brincadeira. E eu compartilho muito dessas brincadeiras. Fora o gol, que é o momento mágico do futebol, um drible desconcertante faz o torcedor pular, o adversário ficar chateado… E eu via Romário, Edmundo, Túlio, Donizete, Valdir… Esses jogadores mais antigos. Eu ia fazendo apostas, brincadeiras e provocações… E era muito saudável, e as discussões entre os torcedores nos bares, nas casas… Fazia parte do que era o futebol. Muitas pessoas falavam: ‘Você é aquele que sobrou, é o último’. E eu sou brincalhão”, declarou.

“Nunca faria aquilo pra desrespeitar o Vasco da Gama, pelo contrário. Aqui em casa, meu filho mais velho é vascaíno, meu irmão é vascaíno, todos meus sobrinhos são vascaínos, meu pai também era. Tenho máximo respeito pelo Vasco. Foi uma brincadeira. Recebi muitas ameaças. Mas ao longo do tempo, acho que o torcedor viu que eu era um cara sacana. Recebi ameaça real e fiquei com medo porque eu não fiz uma coisa para humilhar, foi uma brincadeira”, completou.

 

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *