Search
Close this search box.

Governo de Santa Catarina nega retorno do Estadual

No dia 11 de abril, o governador Carlos Moisés anunciou que o período de isolamento social em Santa Catarina iria aumentar. Consequentemente, as práticas esportivas e todos os outros eventos que poderiam gerar aglomeração também estariam cancelados até o dia 31 de maio. Porém, nesta semana, um decreto mudou este cenário.

De acordo com a pedida, algumas atividades ao ar livre foram liberadas, porém, com algumas ordens que deverão ser seguidas à risca, como um uso de máscara e distância menina de quatro metros entre os praticantes.

Tendo em vista a decisão tomada, a Federação Catarinense de Futebol solicitou a retomada do Campeonato Estadual a partir do dia 16 de maio, porém, com as mesmas medidas preventivas e os portões fechados. Em resposta, o Governo local enfatizou a ideia de que as medidas que foram aceitas não estão ligadas ao futebol.

Com isso, a pedida foi negada e confirmada na última terça-feira, 28, quando a assessoria responsável deixou claro que não existe a possibilidade de atividades coletivas serem retomadas, justamente pelo fato de apresentar risco para a sociedade com a propagação do coronavírus.

“Na avaliação das autoridades estaduais de saúde, há impossibilidade de retomada das atividades coletivas, que gerem aglomeração ou contato físico, sob a alegação de que há risco iminente de propagação da Covid-19”, dizia parte da nota.

Vale ressaltar que Santa Catarina apresentou números altos relacionados ao COVID-19. Em 24 horas, 519 novos casos foram confirmados. Segundo o informe diário do Governo local, 1995 pacientes estão infectados, com um total de 44 óbitos.

 

 

Foto: Márcio Cunha/ACF Divulgação // Informações: Sport Buzz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *