Search
Close this search box.

Há 26 anos as manhãs de domingo não são mais as mesmas no Brasil

Há exatamente 26 anos, as manhã dos domingos deixaram de ser as mesmas para os amantes do automobilismo É que naquele fatídico dia, um acidente da Curva Tamburello, no Grande Prêmio de San Marino, tirou a vida de Ayrton Senna, aos 34 anos de idade. Morreu um esportista que jamais será esquecido pelos brasileiros, até mesmo pelos que não são admiradores do automobilismo. Desde a morte de Senna, o Brasil não conseguiu mais ter um piloto de ponta nas competições de Fórmula 1. A Rede Globo tentou com Rubinho Barrichello, mas o piloto não correspondeu à expectativa, deixando muito a desejar, embora tivesse sido vencedor de alguns grandes prêmios. Depois foi a vez de uma tentativa com Felipe Massa. Mas os promotores também não obtiveram êxito. O nome de Ayrton Senna está marcado definitivamente entre os maiores desportistas do Brasil. Foto: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *