Search
Close this search box.

Ídolo do boxe vai concorrer à presidência das Filipinas

Dono de 12 títulos mundiais de boxe, o pugilista Manny Pacquiao, de 41 anos, vai concorrer à presidência das Filipinas em 2022, de acordo com Bob Arum, seu ex-promotor de lutas. Lenda da nobre arte, ele foi eleito deputado em 2009. Em 2016, concorreu ao Senado e conquistou a vaga.

Nessa ocasião, o “campeão do povo” conseguiu 16 milhões de votos. Ao entrar no Senado pela primeira vez após o pleito, foi apresentado tendo seu nome lido como em uma luta de boxe. As eleições nas Filipinas para decidir o sucessor de Rodrigo Duterte na presidência acontecerão no dia 9 de maio de 2022. Pacquiao terá 43 anos.

Apesar de sua função na política, Pacquiao ainda não decidiu pendurar as luvas e está se mantendo em boa forma física durante a pandemia do novo coronavírus. Na verdade, ele chegou a parar, mas retornou. O pugilista venceu 62 de 71 lutas, sendo 39 triunfos por nocaute. Foram somente sete derrotas (três por K.O.) e dois “no contest”.

Ele é o único lutador no boxe com 12 títulos mundiais em oito categorias de peso diferentes. Sua última luta foi em julho do ano passado, quando enfrentou Keith Thurman e venceu o título mundial dos meio-médios da WBA. A vitória foi por decisão dividida. E, com ela, Pac-Man se tornou o mais velho meio-médio a conquistar um título mundial (com 40 anos). Foto: Christian Petersen/Getty Images/Reprodução/GE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *