Search
Close this search box.

Lutador de MMA é encontrado morto na Zona Oeste do Rio

O lutador e professor de MMA Diego Braga Alves, de 44 anos, que estava desaparecido desde a madrugada da segunda-feira (15), foi encontrado morto no Morro do Banco, comunidade na Zona Oeste do Rio. A polícia encontrou o corpo do lutador, que foi ao Morro do Banco tentar recuperar sua moto furtada em outra comunidade na região, a Muzema.

A principal hipótese é que ele foi confundido com um miliciano por traficantes enquanto tentava recuperar a moto.

Segundo o filho, o também lutador Gabriel Braga, o pai passou a manhã inteira tentando achar a moto, que foi levada de dentro do condomínio, e subiu sozinho a comunidade controlada pelo tráfico de drogas.

Diego Braga é dono da academia Tropa Thai, de formação de lutadores, e treina o filho, que luta profissionalmente. As aulas foram canceladas nesta segunda-feira.

Diego Braga, de 44 anos, foi lutador profissional de muay thai e MMA. Começou sua carreira profissional no MMA em 2003 e enfrentou nomes como Charles do Bronx, Miltinho Vieira, Adriano Martins e Iliarde Santos, todos com passagens pelo UFC.

Também treinou com os irmãos Rodrigo Minotauro e Rogério Minotouro e com Anderson Silva. Fez sua última luta profissional em 2019 e se aposentou com 23 vitórias, oito derrotas e um empate.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *