Search
Close this search box.

Morre o pentacampeão baiano, pelo Esporte Clube Bahia, Dil

Morreu da madrugada desta terça (16) em Salvador o ex médio-volante e jogador profissional Edvaldo Nogueira da Silva (Dil). Seu corpo será levado para Xique-Xique, onde será velado e sepultado. O velório será na Sociedade Beneficente de Operários, situada à Rua Góes Calmon N° 10. Dil tratava de um problema de saúde, era casado com a Xiquexiquense Marizelia com quem tem dois filhos. A família ainda não divulgou o horário do sepultamento. Em nota, a prefeitura de Xique-Xique lamentou o falecimento de Dil. Com passagens marcantes pelo futebol baiano nos anos 70 e 80, o craque nasceu em Poções (BA), em 28/01/1957. Dil começou a carreira em 1975 no E.C Bahia, pelo qual conquistou o título estadual em cinco oportunidades. Defendeu também Atlético de Alagoinhas, Fortaleza, Asa de Arapiraca, Fluminense de Feira de Santana, Catuense, Botafogo de Salvador e Serrano de Vitória da Conquista, onde pendurou as chuteiras.

Iniciou a carreira de treinador, inicialmente como auxiliar de Polozzi. Sua maior recordação no futebol está ligada ao Bahia de 1978, que terminou o Campeonato Brasileiro em 7° lugar. Dil residiu em Xique-Xique, por mais de 30 anos, onde jogou e foi técnico da nossa seleção, presidiu a Liga Xiquexiquense de Desportos, atuou também como comentarista esportivo na Rádio Cactus Fm, e ultimamente atuava na Rádio Fm Xique-Xique, num programa de esportes, dividindo a bancada com o repórter agora narrador Souza Santos. Tinha alguns apelidos como Xerifão, Dil Maracujá, Dil 2000 e Bobina, o craque Dil conheceu bem os atalhos do Maracanã, atuou também no masters do Bahia. Descanse em paz Dil.

Reprodução texto e foto : XIQUE-XIQUE NOTÍCIAS.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *