Search
Close this search box.

Nos pênaltis São Paulo desbanca o Palmeiras e é campeão da Supercopa do Brasil

Nos pênaltis, o São Paulo desbancou o Palmeiras e, na tarde deste domingo ( 4) conquistou o título inédito da Supercopa do Brasil , no Mineirão, em Belo Horizonte, ao vencer o Palmeiras por 4 a 2, após empate sem gols no tempo regulamentar.

Nos pênaltis, brilhou a estrela do goleiro Rafael do São Paulo, que defendeu as cobranças de Murilo e Piquerez. O Tricolor converteu com Calleri, Galoppo, Pablo Maia e Michel Araújo.

Além de mais uma taça para a galerrua do clube, a equipe do Morumbi garante um belo incremento aos cofres neste começo de temporada, pois vai receber mais de R$ 10 milhões em premiação.

O jogo colocou frente a frente o atual campeão brasileiro e o atual campeão da Copa do Brasil. Foi o 22º confronto eliminatório (mata-mata ou final) entre as duas equipes na história, e o São Paulo ampliou a sua vantagem no retrospecto, que já era grande, para 17 a 5.

FICHA TÉCNICA DO JOGO

PALMEIRAS 0 ( 2) X 0 ( 4) SÃO PAULO

Local: Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Árbitro: Bráulio da Silva Machado

Assistentes: Guilherme Camilo e Rodrigo CorrêaVAR: Wagner Reway

Cartões amarelos: Raphael Veiga, Zé Rafael, Flaco López, Marcos Rocha Vitor Castanheira (auxiliar) e Abel Ferreira (técnico) (Palmeiras); Luciano, Pablo Maia, Wellington (no banco), Erick e Thiago Carpini (técnico) (São Paulo)

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Gómez e Murilo; Mayke (Gabriel Menino), Richard Ríos (Aníbal Moreno), Zé Rafael (Luís Guilherme), Raphael Veiga e Piquerez; Rony e Flaco López (Jhon Jhon).

Técnico: Abel Ferreira.

SÃO PAULO: Rafael; Rafinha (Moreira), Arboleda, Diego Costa e Welington (Erick); Pablo Maia e Alisson; Wellington Rato (Ferreirinha), Luciano (Galoppo) e Nikão (Michel Araujo); Calleri.

Técnico: Thiago Carpini

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *