Search
Close this search box.

Prefeitura finaliza conversas para liberar corridas no Jockey

A Prefeitura do Rio interditou nesta segunda-feira o Jockey Club Brasileiro, na Gávea, Zona Sul do Rio de Janeiro. Mas, nesta terça, afirmou que existem conversas em fase final para que as corridas voltem a ocorrer sem a presença de público, sem aglomerações e sem funcionamentos das casas de apostas na cidade.

– A Prefeitura do Rio de Janeiro não abre mão de impedir aglomerações. Cabe destacar, contudo, que, por meio da Procuradoria Geral do Município (PGM), há conversas com o Jockey Club Brasileiro para que, DESDE QUE SEM PÚBLICO, sem aglomerações e sem funcionamentos de casas de apostas na cidade, as corridas de cavalo ocorram. A medida será publicada em decreto no Diário Oficial após os ajustes das tratativas – dizia a nota oficial do município, enviada por meio da Subsecretaria de Comunicação Governamental.

Em meio à pandemia de coronavírus, os páreos de domingo e segunda-feira ocorreram sem autorização do governo municipal. Uma lista de inscritos foi divulgada no site oficial também com corridas marcadas para os dias 10, 11, 17 e 18 de maio de 2020.

O Jockey alega que realizou as provas nos últimos dois dias já sem presença do público e com apostas feitas somente pelo telefone ou pela internet. Os funcionários usaram máscaras. Segundo eles, foi respeitado o distanciamento social, e recipientes com álcool em gel foram espalhados pelo Hipódromo da Gávea. No total, segundo o site oficial, 278 animais foram inscritos para os dois dias de corridas.

O Governo do Estado do Rio e a Prefeitura do Rio de Janeiro anunciaram a prorrogação das medidas restritivas referentes à pandemia do novo coronavírus no dia 30 de abril. A extensão estadual vai até 11 de maio, e a municipal, até dia 15.

Foto: SylvioRondinelli©2020

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *