Search
Close this search box.

R$ 800 mil: Atacante entra na Justiça contra o Fluminense

Enfrentando vários processos judiciais para evitar penhoras em meio à pandemia do coronavírus, o Fluminense vai ter que lidar com mais uma ação de ex-jogador do clube nos próximos meses. Na última terça-feira, o atacante Kayke entrou na Justiça com uma cobrança de R$ 808.393,75 entre verbas rescisórias, salários atrasados, férias, FGTS, multas e honorários.

Atualmente no Qatar SC, do Catar, Kayke defendeu o Fluminense no segundo semestre de 2018. Com a camisa tricolor, o atacante disputou apenas nove jogos, sendo cinco como titular, e não marcou gols. O processo foi movido pelo advogado do jogador, Luiz Gustavo de Menezes Ribeiro, no Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região, no Rio de Janeiro. Ainda não há data para a audiência.

Veja o que Kayke cobra do Flu:
R$ 315.555,55 referente a dois salários atrasados (de dezembro de 2018 e 13º) e férias;
R$ 69.617,77 de não recolhimento de FGTS, acrescido dos juros e correções;
R$ 160.000,00 de multa pelo não pagamento das verbas rescisórias no prazo legal;
R$ 157.777,77 de multa pelo não pagamento das verbas incontroversas (sobre salário, 13º e férias);
R$ 105.442,66 pelo pagamento de 15% dos honorários sucumbenciais.

 

Foto: Lucas Merçon/Fluminense

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *