Search
Close this search box.

Santos acumula dívida em direitos de imagem

O Santos acumula até três meses de atraso em direitos de imagem. O terceiro pagamento em aberto venceu em alguns casos na última sexta-feira, dia 15 de maio. Outros possuem duas “folhas” de débito.

O departamento financeiro do Peixe pediu as notas fiscais de fevereiro e março para alguns jogadores e espera diminuir o montante nos próximos dias.

O Alvinegro vive crise financeira acentuada pela paralisação no futebol brasileiro em meio à pandemia do novo coronavírus e pagou apenas 30% do salário nas normas da CLT para os atletas.

Menos da metade do elenco recebe em imagem e esse valor pode corresponder a, no máximo, 40% do salário total. No Santos, o limite é 30%. O clube tem o costume de pagar os vencimentos “normais” em dia e atrasar os direitos. Em algumas situações, o pagamento é feito de forma bimestral.

Se determinado jogador recebe R$ 100 mil no total, com 30% em imagem, o salário de abril foi de R$ 21 mil, por exemplo – 1/5 do habitual.

O Santos está negociando o direito de imagem individualmente e deve pagar 30%, assim como na CLT, em maio, junho e julho. A decisão é de reembolsar 50% do corte até a futura rescisão contratual, com possibilidade de ocorrer no segundo semestre. Fonte: Terra

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *