Seleção Feminina conquista o heptacampeonato da Copa América

  • 22 de abril de 2018
  • Mário Freitas
  • Elas
  • 0
  • 138 Visualizações
Compartilhe
RR
Jl Contabilidade
BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
ALBA
LemosPassos
Nova Rádio
VIABAHIA (Institucional)
JL CONTABILIDADE (novo endereço)
PMS (abandono de animais_DOG)
PMS (abandono de animais-GATO)
PMS (Coronavírus – Fase Verde)
Café Seu Jorge (O Sabor do Puro Café)
SECOM (VLT Subúrbio)
CAM. MUN. STO ANTO DE JESUS
PMS (Coronavírus Hebert Vacinação)
CMS (Portas)
PMS (Codecon)
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Neste domingo (22), a Seleção Feminina conquistou o heptacampeonato da Copa América. Com o título garantido antes mesmo da bola rolar, o Brasil fechou a brilhante campanha com chave de ouro ao superar a Colômbia por 3 a 0 no Estádio La Portada, em La Serena, no Chile. Os gols brasileiros foram marcados por Mônica (2) e Formiga.

 

Com 100% de aproveitamento, a equipe comandada pelo técnico Vadão não deu chances às adversárias, faturou o troféu do torneio e garantiu presença nas Olimpíadas de 2020, Copa do Mundo 2019 e Pan-Americano 2019.

 

Após a vitória do Chile diante da Argentina na abertura da rodada, a Seleção Brasileira entrou em campo com o título assegurado. Empolgado pelo heptacampeonato, o Brasil voltou a premiar os torcedores com um futebol envolvente. Aos 20 minutos, Debinha ficou muito perto de abrir o placar, mas a zaga salvou em cima da linha. Nove minutos depois, porém, as colombianas não conseguiram impedir o gol brasileiro. Após cobrança de falta levantada na área, Mônica fez de cabeça, 1 a 0.

 

A Colômbia tentou responder em chute de longa distância, aos 35, mas a bola explodiu no travessão. No último lance do primeiro tempo, Formiga marcou um golaço e ampliou a vantagem brasileira. Após cobrança de escanteio e desvio na primeira trave, a camisa 8 emendou um belo voleio e estufou as redes, 2 a 0.

 

A Seleção Brasileira manteve o domínio das ações na etapa final. Valorizando a posse de bola, o Brasil evitou qualquer tipo de reação das adversárias. Aos 10 minutos, Marta quase deixou o dela, mas parou na boa defesa da goleira, que espalmou para escanteio. Aos 15, Debinha também assustou, ficou na cara do gol, mas finalizou para fora. Aos 26, Mônica repetiu a dose e fechou o marcador para o Brasil. A zagueira-artilheira aproveitou cobrança de falta de Marta e deu números finais ao jogo: 3 a 0.

 

BRASIL: Barbara (Letícia); Rilany, Mônica, Rafaelle (Erika) e Tamires (Andressa Alves); Thaisa, Formiga, Marta e Thaisinha; Debinha e Cristiane. Técnico: Vadão

 

Reprodução: CBF

Foto: Conmebol

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
ALBA
Nova Rádio
JL CONTABILIDADE (novo endereço)
PMS (Coronavírus – Fase Verde)
Café Seu Jorge (O Sabor do Puro Café)
PMS (Coronavírus Hebert Vacinação)
CMS (Portas)
PMS (Codecon)
LemosPassos
PMS (abandono de animais_DOG)
SECOM (VLT Subúrbio)
CAM. MUN. STO ANTO DE JESUS
VIABAHIA (Institucional)
PMS (abandono de animais-GATO)
RR
Jl Contabilidade
Compartilhar:

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *