Search
Close this search box.

Sinal de alerta ligado. Aumentam os casos de racismo e de violência no futebol italiano

A constatação é do Observatório Nacional de Eventos Esportivos do Ministério Interior da Itália. O futebol italiano vive um assustador aumento de violência e racismo. Essa é uma das conclusões do novo relatório do Observatório, divulgado nessa terça-feira (20). O documento leva em consideração a temporada 2022/23.

O estudo do governo italiano analisou mais de 2600 jogos do futebol do país: 381 da Serie A, a primeira divisão; 390 da segunda divisão; 1188 da terceira, 519 de competições amadoras; 46 partidas internacionais; mais 113 da Copa da Itália; além de 25 amistosos.

A temporada passada do futebol na Itália registrou 125 prisões por comportamento violento, mais do que o dobro do que havia sido registrado na temporada 2021/22 .

Foi constatado, ainda, o aumento do número de pessoas que se machucaram (113, em comparação com 66 do ano anterior), além de policiais que foram feridos (147, quando antes tinham sido 72). Consequência disso foi o grande aumento do número de torcedores banidos de eventos esportivos: o numero passou de 1741, para 3748.

O sinal de alerta está ligado e as autoridades prometem providências drásticas para coibir os atos de violência e racismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *