Search
Close this search box.

TJDF-CE instaura inquérito disciplinar e pede afastamento de presidente do Barbalha FC

Na última quinta-feira, 21, o vice-presidente do Barbalha, Roberto Antônio de Castro, apresentou uma notícia da infração protocolada pela procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol (TJDF-CE), contra o presidente do clube, Lúcio Barão. E após apreciação do caso, o procurador Luciano Furtado deu parecer pela instauração de inquérito disciplinar e pelo afastamento preventivo de Lúcio Barão, presidente da Raposa.

“O vice-presidente do Barbalha apresentou uma notícia de infração ao tribunal apontando uma série de condutas do presidente do clube, e encaminhamos à procuradoria. Na sexta-feira (22), o procurador se manifestou, cujo parecer dele foi pela instalação de um inquérito disciplinar para apurar pelas condutas e ele também faz um pedido de suspensão preventiva do presidente do clube, de modo a preservar as investigações”, declarou Tiago Albano, presidente do Tribunal.

A notícia infração é apenas mais um dos embates entre os dois dirigentes. Roberto acusa Lúcio de desvio de receitas, de não prestação de contas do clube, falsificação de assinatura de rescisão de contrato e envolvimento de fraudes em apostas esportivas. O presidente do Barbalha acusa o vice, na esfera comum, de injúria e de oferecer o dinheiro de parte da cota da Copa do Brasil a um advogado para tirar Barão do clube.

O caso agora retorna para o pleno do TJDF-CE, que pode determinar a abertura do inquérito na manhã desta segunda-feira (25). No mesmo dia, a entidade vai concluir a análise que pode determinar o afastamento ou não do presidente do Barbalha. Foto/Conteúdo: Divulgação / Diário do Nordeste

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *