Search
Close this search box.

Vice-campeão olímpico é banido do judô após prisão por abuso sexual

Vice-campeão olímpico em Pequim 2008 e campeão mundial um ano antes, o sul-coreano Wang Ki-chun foi banido do judô pela Associação Coreana de Judô. A decisão anunciada nesta quinta-feira aconteceu cerca de duas semanas depois da prisão de Wang por abuso sexual, em Daegu.

A Polícia coreana não detalhou a investigação em curso, mas afirmou que o ex-judoca responde a uma denúncia feita em março por molestar uma adolescente.

Wang já havia sido detido em 2009, quando se envolveu em uma briga em uma boate e teria dado um tapa em uma mulher, mas não houve queixa da vítima após as partes chegarem a um acordo. Em 2014, o ex-judoca passou oito dias em detenção militar por usar um celular durante treinamento obrigatório.

Wang foi o algoz do brasileiro Leandro Guilhero nas Olimpíadas de Pequim 2008, vencendo o duelo das quartas de final da categoria leve (até 73kg). O sul-coreano avançou até a prata, enquanto Guilheiro se recuperou na repescagem para conseguir o segundo bronze olímpico de sua carreira. Além da medalha olímpica, Wang foi bicampeão mundial (2007 e 2009) e bronze no Mundial de 2010.

 

Foto: David Finch/Getty Images / Informações: GE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *