A persistência e o sucesso de Daniela Mercury

  • 7 de dezembro de 2017
  • Mário Freitas
  • Baú do Marão
  • 0
  • 259 Visualizações
Compartilhe
RR
Jl Contabilidade
BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
ALBA
LemosPassos
Nova Rádio
CMS (Brisa de Esperança)
PMS (Operação Chuva 2)
PMS (Use Máscara)
PMS (Operação Chuva 1)
VIABAHIA (Maio Amarelo)
SECOM (Estado Solidário)

Fez 31 anos recentemente que o Bahia ganhou o bicampeonato brasileiro, ao empatar com o Internacional por 0 a 0, em Porto Alegre, depois de vencer na Fonte Nova por 2 a 1. É verdade que a partida final só foi disputada num domingo ensolarado na capital gaúcha, dia 19 de fevereiro de 1989. Com o título, o Bahia ganhou o direito de ser um dos representantes do Brasil na Taça Libertadores da América. Naquela época, apenas o campeão e o vice tinham direito a participar da competição.

Estava começando com a minha equipe esportiva na Rádio Cultura e não podia ficar de fora dos jogos do Bahia na competição sul-americana, fora do Brasil. Lembro que o campeão brasileiro jogou em Lima, no Peru, e em São Cristobal, na Venezuela. Chamei os comentaristas Martinho Lelis de Santana, Eliseu Godoy e o repórter Renato Lavine.

– Pessoal.Vamos cair em campo para vender estes jogos do Bahia, fora do Brasil ?

– Vamos nessa. Responderam os três.

E cada um começou a vender as suas cotas para os jogos internacionais. Na oportunidade, eu já tinha uma cota de publicidade do grupo Paes Mendonça para os jogos realizados no Brasil. Fui, então, procurar o Ielson Amorim, que na oportunidade era diretor de propaganda do grupo PM.

Chegando lá, apresentei a proposta e começamos a bater papo sobre a conquista do Bahia. De repente , toca o telefone. Ele me me pede licença para atender.

– Quem quer falar comigo ?

– É  Daniela. Respondeu a telefonista.

– Diga a ela para me ligar outra hora, pois estou ocupado.

E aí me disse.

– Pô, Mário. É uma menina chamada Daniela Mercury. Ela quer que eu a contrate para puxar o trio de Paes Mendonça no Carnaval.

Continuamos o nosso papo e de novo Daniela ligou para o Ielson Amorim.

– Ela, de novo? Passe a ligação. Disse para a telefonista.

– Daniela, veja bem: eu sou diretor de propaganda de um grupo chamado Paes Mendonça, um dos maiores do Brasil. Eu não posso colocar você para puxar o nosso trio no Carnaval. Você não tem nome para isso. Tenha paciência. A sua vez vai chegar, mas ainda é cedo. Eu tenho de dar satisfações aos meus diretores.

E assim, Daniela, naquele ano, não puxou o trio elétrico do grupo Paes Mendonça no Carnaval. Mas o Amorim estava certo: Daniela Mercury teve paciência e hoje  está consagrada estrela da música nacional e internacional, honra e glória da Bahia.

BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
ALBA
Nova Rádio
CMS (Brisa de Esperança)
PMS (Operação Chuva 2)
PMS (Operação Chuva 1)
PMS (Use Máscara)
SECOM (Estado Solidário)
LemosPassos
VIABAHIA (Maio Amarelo)
RR
Jl Contabilidade
Compartilhar:

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *