FIFA estuda liberação de ponto eletrônico na Copa

  • 27 de fevereiro de 2018
  • Mário Freitas
  • Papo de bola
  • 0
  • 35 Visualizações
Compartilhe
RR
Jl Contabilidade
BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
LemosPassos
Nova Rádio
PMS (Coronavírus 2021)
SECOM (Situação Grave)
CMS (Brisa de Esperança)

A Fifa analisa a possibilidade de permitir a comunicação entre treinadores e observadores técnicos durante os jogos da Copa do Mundo da Rússia. O tema foi abordado em um dos painéis de debate do congresso técnico que está sendo realizado em Sochi, cidade que fica na região sul do país e será uma das 11 sedes do Mundial. Integrantes das 32 seleções que disputarão a competição participam do evento.

 

O coordenador de seleções da CBF, Edu Gaspar, que representa a seleção brasileira no workshop, disse que a ideia agrada e que foi discutida com otimismo.

 

– Surgiu a novidade do acompanhamento via vídeo. Vamos poder conversar com os observadores que acompanham o jogo de cima. Eles vão ter a comunicação com o banco de reservas. Os analistas que gravam o jogo ficarão com um tablet e um ponto eletrônico será usado. Isso é muito legal. Ainda teremos mais detalhes sobre como essa ferramenta vai funcionar – disse Edu.

 

Segundo a Fifa, no entanto, o sistema ainda depende de aprovação da Ifab (International Football Association Board). Uma decisão sobre o caso será conhecida no próximo sábado, data da próxima reunião da International Board, em Zurique, na Suíça. A reunião terá a participação do presidente da Fifa, Gianni Infantino.

 

Esse encontro também vai debater o uso do árbitro assistente de vídeo (VAR, na sigla em inglês) na Copa do Mundo. Tudo indica que o Mundial da Rússia terá pela primeira vez o uso da tecnologia para auxiliar a arbitragem.

 

Informações: GE

Foto: Richard Souza

 

BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
Nova Rádio
PMS (Coronavírus 2021)
SECOM (Situação Grave)
CMS (Brisa de Esperança)
LemosPassos
RR
Jl Contabilidade
Compartilhar:

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *