Família de Caio Júnior quer aproximadamente 30 milhões de indenização

  • 4 de abril de 2017
  • Mário Freitas
  • Papo de bola
  • 0
  • 42 Visualizações
Compartilhe
RR
Jl Contabilidade
BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
LemosPassos
Nova Rádio
PMS (Coronavírus 2021)
SECOM (Situação Grave)
CMS (Brisa de Esperança)

O família do treinador Caio Júnior, que morreu aos 51 anos de idade, no final do mês de novembro, quando o avião que levava a delegação da Chapecoense caiu nas proximidades de Medellin, na Colômbia, vai entrar nesta quarta-feira com uma ação de indenização no valor de, aproximadamente, de 30 milhões de reais, na Justiça do Trabalho de Chapecó. O técnico foi contratatdo para dirigir a equipe, em junho ano passado.

Os valores pedidos pela família são baseados no salário mensal que ele recebia, que era de 120 mil reais mensais, e foi feito um cálculo, aproximado, de quantos anos mais ele continuaria trabalhando se não fosse a tragédia.O advogado da familia, Luis Fernando Pereira, disse que os representantes da família de Caio Júnior vão se pronunciar. numa solenidade, que será realizada, nesta quarta-feira, em Curitiba, numa homenagem a ser prestada pelo Paraná Clube. 

Foto: IG Esporte

BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
Nova Rádio
PMS (Coronavírus 2021)
SECOM (Situação Grave)
CMS (Brisa de Esperança)
LemosPassos
RR
Jl Contabilidade
Compartilhar:

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *