Viúva de Cléber Santana não se conforma com reprovação do filho em peneira da Chapecoense

  • 21 de abril de 2017
  • Mário Freitas
  • Papo de bola
  • 0
  • 22 Visualizações
Compartilhe
RR
Jl Contabilidade
BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
LemosPassos
SECOM (Mais Investe)

A polêmica envolvendo conflitos entre a Chapecoense e os familiares das vítimas com o acidente, que vitimou 29 integrantes da delegação do clube catarinense, quando o avião em que a delegação do clube se aproximava do aeroporto de Midellin, caiu no final do mês de novembro, no ano passado, parece não ter fim. O caso mais recente são as declarações de Rosângela Loureiro , viúva de Clebér Santana, que viu o seu filho, Clebinho, de 14 anos, ser reprovado numa peneira feita pelo cliube, a fim de recrutar garotos para a divisão de base da Chapecoense. Ela afirmou que, no mímino, faltou sensiblidade aos responsáveis por causarem esta frustração na criança, que ainda não se recuperou da perda do pai, no trágico acidente na Colômbia. A diretoria do clube respondeu que não há distinção no processo seleivo e que as portas estão abertas para o garoto tentar uma nova oportunidade. Clebinho, e mais 682 garotos, não renderam o suficiente, na opinião dos observadores e foram liberados.                     

Foto: Arquivo pessoal da família

BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
Viabahia
ALBA
SECOM (Mais Investe)
LemosPassos
RR
Jl Contabilidade
Compartilhar:

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *