Viúvas de jogadores devem chegar a um acordo com a Chapecoense

  • 23 de maio de 2017
  • Mário Freitas
  • Papo de bola
  • 0
  • 61 Visualizações
Compartilhe
RR
Jl Contabilidade
BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
ALBA
LemosPassos
Nova Rádio
VIABAHIA (Institucional)
PMS (Dengue)
PMS (Coronavírus_Prevenção)
SECOM
JL CONTABILIDADE (novo endereço)
CMS (Coronavírus)

O primeiro encontro judicial envolvendo os familiares dos jogadores da Chapecoense, mortos no acidente do dia 29 de novembro, quando o avião que levava a delegação para o jogo contra o Atlético Nacional, pela Copa Sul-Americana, caiu nas proximidades do aeroporto de Medelin, leva a crer que haverá um acordo com o clube. Embora o processo siga, normamente, na Justiça, os próximos passos indicam  para uma negociação direta com a Chapecoense. Em uma série de audiências, na noite de ontem, na Justiça do Trabalho de Chapecó, as viúvas de Gil, Ananias ( baiano), Bruno Rangel, Ailton Canela e Gimenez acenaram  com a possibilidade de um acordo com o clube. Os pedidos são de integralização da remuneração dos maridos, danos morais e lucro cessante, este referente à expectativa de vida profissional, interrompida pelo acidente. O escritório dos advogados Camilo e Martinez, é quem representa as mulheres neste episódio. A expectativa é de que as conversas avancem por mais dois meses e novas audiências devem ser marcadas.                                                     Foto: Chapecoense-Divulgação

BRAVO
INTERNACIONAL TRAVESSIAS
ALBA
Nova Rádio
PMS (Coronavírus_Prevenção)
PMS (Dengue)
SECOM
JL CONTABILIDADE (novo endereço)
CMS (Coronavírus)
LemosPassos
VIABAHIA (Institucional)
RR
Jl Contabilidade
Compartilhar:

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *